9 de setembro é o Dia do Temakizushi!

“Que dia é hoje?” – Capítulo 40

A língua japonesa é repleta de giongo (擬音語) ou gitaigo (擬態語). Não vamos detalhar aqui a diferença, pois trata-se de um conceito complexo, mas costuma ser traduzido como “onomatopeia”. O “kurukuru” (くるくる) é um gitaigo, que representa não exatamente um som, mas um movimento de algo que está girando ou sendo enrolado.

O “temakizushi”, cuja versão ocidental é conhecida como “temaki”, é um alimento que enrolamos com alga “nori”, o arroz temperado para sushi (sushimeshi, sumeshi, ou shari, em linguagem profissional) e o “gu” (具, ingredientes).

Voltando à palavra “kurukuru”, kuru se parece com ku ou kyu, que é 9 em japonês. Assim, pelo goroawase, kurukuru torna-se 9.9, e o dia 9 de setembro passou a ser conhecido como o Dia do Temakizushi.

A principal mensagem que gostaríamos de passar com este texto é que o temakizushi japonês e o temaki ocidental têm formas parecidas, mas são consideravelmente diferentes com relação a seus conceitos. Não queremos dizer que um é o certo é o outro errado, porém entendemos que é importante saber as diferenças, para poder escolher a sua preferência, ou quem sabe, saborear ambos.

Uma das principais diferenças é que o temaki, no ocidente, é conhecido como um prato para ser degustado em restaurantes, enquanto que o temakizushi é um prato pra ser feito em casa, com as próprias mãos, principalmente em pequenas festas com amigos e familiares. Não é comum encontrar temakizushi nos cardápios de restaurantes no Japão. Além disso, o temaki ocidental costuma ser maior que a versão japonesa. Hoje preparamos uma foto de temakizushi e outra de temaki (ocidental) para ilustrar o artigo.

Quanto à etimologia, “te” (手) é mão, e “maki” (巻き) é enrolar.  O makizushi (巻き寿司) é um tipo de sushi que tem um formato de um bastão ou de um cilindro, que se trata de sushimeshi + gu enrolados com nori, utilizando o makisu (巻き簾, leia-se maquissú), uma esteira de bambu, usada para enrolar o sushi. Então, o temakizushi seria um makizushi enrolado à mão, sem o uso do makisu.

Segundo o dicionário de língua japonesa “Seiseiban Nihonkokugo Daijiten”, o primeiro registro da palavra temaki na literatura japonesa aconteceu em 1963, numa série de contos assinada pelo escritor e ensaísta Hitomi Yamaguchi, chamada 江分利満氏の優雅な生活 (Eburiman shi no yuugana seikatsu, ou “A vida refinada do Sr. Man Eburi”).

O temakizushi era um cardápio interno das casas de sushi, mas passou a ser conhecido como comida para se fazer em casa por volta de 1982, pela divulgação realizada pela empresa Mizkan, produtora de vinagre e diversos produtos alimentícios.

O grande boom veio a partir de 1988, quando a Mizkan fez uma campanha publicitária marcante com a dupla de comediantes Tunnels (とんねるず), que estava no auge do sucesso. O lema era: 土曜日は手巻き寿司の日 (Doyoubi wa temakizushi no hi, “Sábado é dia de temakizushi”). Busque no YouTube por ミツカン 手巻き寿司 cm, para ver alguns divertidos comerciais.

No ano passado, o Príncipe Naruhito tornou-se Imperador do Japão e o calendário japonês passou a adotar a Era Reiwa. Então 2019 é também Reiwa Gannen (primeiro ano da Era Reiwa). A Mizkan aproveitou o momento e anunciou o “Projeto Temaki Gannen – o desafio do temakizushi perfeito” (手巻き元年プロジェクト-究極の手巻きへの挑戦).

No site, a empresa disponibilizou uma forma de papel (um molde), para recortar o nori e produzir o “Temakizushi Cicloide”, com design perfeito, baseado no “espiral (logarítmica) de ouro”, “(curva) catenária” e a “(curva) cicloide”.

Baixe a forma no site da Mizkan se quiser tentar fazer o temakizushi perfeito. Mas não deixe de reaproveitar a parte restante do nori recordado. Sem desperdícios!!! Mottainai!!!

Livraria Virtual

ACBJ - Aliança Cultural Brasil-Japão

Aliança Cultural Brasil-Japão
Unidade Vergueiro
Cursos de língua japonesa, português para japoneses e artes orientais.
R. Vergueiro, 727 - 4º andar
Liberdade - 01504-001
São Paulo - Tel.: (11) 3209-6630
Centro Cultural Aliança
Unidade Pinheiros
Cursos de língua japonesa, português para japoneses e artes orientais.
R. Dep. Lacerda Franco, 328
Pinheiros - 05418-001
São Paulo - Tel.: (11) 3031-5550



© Aliança Cultural Brasil Japão
Todos os direitos reservados
by hkl interactive media