Dia 13 de agosto é o Dia da Vista Noturna de Hakodate!

Já vimos que os japoneses gostam de definir datas comemorativas usando o goroawase, uma forma de trocadilho numérico em que se transforma palavras em números. A data comemorativa de hoje é um dos goroawase mais inusitados até o momento. Vista noturna em japonês é yakei. Ya = yattsu = 8. Já o 13, num baralho, é representado pelo Rei, a carta com a letra K. E K, em inglês, tem uma leitura próxima de “kei”. Logo, 8/13 = yakei.

A vista noturna da cidade de Hakodate, que pode ser contemplada do topo do Monte Hakodate, é considerada uma das três vistas noturnas mais belas do Japão, junto à cidade de Kobe vista do Monte Maya, e a vista de Nagasaki vista do Monte Inasa. Hakodate também é considerada uma das três vistas noturnas mais belas do mundo, junto com Hong Kong e Nápoles.

No Japão, se usa a expressão “visão noturna de um milhão de dólares (100万ドルの夜景)” para se referir a essas belas paisagens. Esta expressão surgiu porque o custo de eletricidade das luzes de Kobe na década de 1950 custava algo equivalente a um milhão de dólares. E este significado se estendeu às outras cidades.

Para quem gosta de História do Japão, ou particularmente dos Shinsengumi (tropa especial que serviu ao xogunato no período final do Bakufu), Hakodate foi o palco da Batalha de Hakodate, o último ato da Guerra Boshin, a guerra civil de 1868-1869, dentro do contexto da Restauração de Meiji. As forças remanescentes do Xogunato de Tokugawa se moveram para a Ilha de Ezo (atual Hokkaido) e resistiram até o fim, na fortaleza de Goryōkaku (五稜郭), famosa pelo seu formato de estrela. Toshizo Hijikata, vice-comandante do Shinsengumi, morreu nesta batalha. O oficial francês Jules Brunet, que inspirou o personagem vivido por Tom Cruise em “O Último Samurai”, também esteve nesta guerra.

Saburo Kitajima, um dos maiores cantores do gênero Enka, é natural de Hakodate. A canção “Hakodate no onna” (函館の女, A mulher de Hakodate), de 1965, é muito famosa pela introdução: はるばるきたぜ函館へ (“vim de muito longe, até aqui em Hakodate”). Já no J-Pop/Rock, três entre os quatro membros da consagrada banda GLAY são da cidade. A banda homenageia a província de Hokkaido em diversas canções como o “Winter, again”. Esta canção é um belo desafio para quem gosta de aumentar o vocabulário de japonês, estudando letras de músicas.

Hakodate aparece na literatura em clássicos como o “Kanikōsen” (蟹工船, navio-fábrica de caranguejos), importante obra da literatura proletária do Japão, assinada por Takiji Kobayashi. A cidade também é palco de “Dance, Dance, Dance”, de Haruki Murakami. O filme “Kitchen”, baseado no romance homônimo de Banana Yoshimoto foi filmado em Hakodate.

Quanto aos mangás, uma das obras mais famosas sobre esta cidade é o mangá seinen “Tokyo Daigaku Monogatari” (東京大学物語), de Tatsuya Egawa, o mesmo autor de “Magical Taluluto” (まじかる☆タルるートくん)”, grande sucesso da Shonen Jump no início dos anos 1990. Este mangá mostra a história de um rapaz de Hakodate, que quer ingressar na Universidade de Tóquio, e sua namorada. Na versão dorama de 1994, o protagonista foi vivido por Goro Inagaki, ex-membro do grupo SMAP. O último capítulo do mangá foi considerado um dos mais controversos e surpreendentes desfechos, na época.

Livraria Virtual

ACBJ - Aliança Cultural Brasil-Japão

Aliança Cultural Brasil-Japão
Unidade Vergueiro
Cursos de língua japonesa, português para japoneses e artes orientais.
R. Vergueiro, 727 - 4º andar
Liberdade - 01504-001
São Paulo - Tel.: (11) 3209-6630
Centro Cultural Aliança
Unidade Pinheiros
Cursos de língua japonesa, português para japoneses e artes orientais.
R. Dep. Lacerda Franco, 328
Pinheiros - 05418-001
São Paulo - Tel.: (11) 3031-5550



© Aliança Cultural Brasil Japão
Todos os direitos reservados
by hkl interactive media