Dia 25 de agosto é o Dia do Chicken Ramen!

No dia 25 de agosto de 1958, começou a venda do chicken ramen (チキンラーメン, grafado como chikin ramen), o primeiro macarrão instantâneo (sokuseki ramen, 即席ラーメン) do mundo. Na versão brasileira, o alimento acabou grafado como lámen, numa tentativa de aproximar da leitura original de “ramen”. É popularmente conhecido como “miojo”, pois foi lançado sob esta marca.

O inventor do macarrão instantâneo foi Momofuku Ando, fundador da Nissin, na cidade de Osaka. Ando, nascido em Taiwan em 1910, já era empresário antes da Segunda Guerra Mundial, mas ele se interessou pelo macarrão no pós-guerra, quando viu filas enormes de japoneses na espera para comer o lámen em pleno inverno.

Ando quis criar um lámen que pudesse ser facilmente preparado em casa, adicionando apenas água quente. Ele se empenhou por um ano, tentando produzir o lámen na base de tentativa e erro. Certo dia ele observava a esposa fritando um tempurá e teve a ideia de fritar a massa para secá-la.

O Chikin Ramen foi um alimento revolucionário, pois bastaria adicionar água quente, não sendo necessário cozinhar na panela. Mas Ando não se deu por satisfeito. Numa viagem aos EUA, ele observou que os americanos não comiam o lámen com hashi e tigela (donburi). Logo ele teve a ideia de um lámen que já vem dentro de um copo, para que os ocidentais pudessem degustar usando garfo em vez de hashi. Nasceu o Cup Noodles (Cup Noodle, para o mercado interno japonês) em 1971. Como diria Platão: “a necessidade é a mãe da invenção”.

Hoje, o Cup Noodles é um sucesso mundial. Mas ironicamente o produto ficou conhecido em todo o Japão após uma operação de resgate de reféns, durante o Incidente Asama-sansō (あさま山荘事件), de 1972.

Em pleno inverno, na fria região de Karuizawa, na província de Nagano, os policiais resistiam a uma temperatura de 15ºC negativos. O “bentō” (marmita) ou o curry feito na hora ficaram congelados. Assim, o recém-lançado Cup Noodles foi um alimento preparado facilmente e distribuído rapidamente aos policiais.

A cobertura deste incidente teve uma audiência televisiva superior a 50%, e os telespectadores ficaram curiosos com o macarrão que os policiais estavam comendo “ao vivo”. Assim, o produto tornou-se um sucesso de vendas.

A Nissin também é conhecida por suas criativas propagandas de televisão. Em 1984, foi criado o jingle すぐおいしい、すごくおいしい (rápido e gostoso, muito gostoso) famosíssimo no Japão. O autor austro-americano Arnold Schwarzenegger foi garoto propaganda da empresa na década de 1990.

Experimente buscar por “Nissin Hungry Days” no YouTube, para ver uma série de releituras de animes famosos como “O Serviço de Entregas da Kiki” (Majo no Takkyubin), “Heiji”, “Sazaesan” e, mais recentemente, “One Piece”, com a temática: como seria se os personagens vivessem nos dias atuais, cursando o Ensino Médio? (Link para o comercial da Nissin “Hungry Days: One Piece”.)

Ando deixou diversas palavras, sendo que quatro delas se tornaram palavras que representam o espírito do fundador do grupo Nissin. Uma destas é o 食足世平 ou 食が足りてこそ世の中が平和になる (A paz no mundo está garantida quando há comida suficiente).

Na municipalidade de Ikeda, em Osaka, e também em Yokohama, existem museus sobre a história do macarrão instantâneo: o Cup Noodles Museum, onde além de conhecer a história do alimento, o visitante pode montar o seu próprio Cup Noodle.

Em 2014, a Japan Institute of Invention and Innovation elaborou uma lista de 100 grandes inovações japonesas do pós-guerra. O macarrão instantâneo faz parte do top 10, junto com o endoscópio (Olympus), mangá e anime (Osamu Tezuka), Shinkansen (trem bala), Sistema Toyota de Produção, Walkman (Sony), o vaso sanitário elétrico Washlet (Toto), Famicom (vídeo-game), o LED (diodo emissor de luz), e as contínuas inovações no veículo Híbrido (Toyota e Honda).

 

Veja também nossos artigos anteriores:

15 de julho – Dia do Famicom

23 de julho – Dia do Tempurá

4 de agosto – Dia do Hashi

Livraria Virtual

ACBJ - Aliança Cultural Brasil-Japão

Aliança Cultural Brasil-Japão
Unidade Vergueiro
Cursos de língua japonesa, português para japoneses e artes orientais.
R. Vergueiro, 727 - 4º andar
Liberdade - 01504-001
São Paulo - Tel.: (11) 3209-6630
Centro Cultural Aliança
Unidade Pinheiros
Cursos de língua japonesa, português para japoneses e artes orientais.
R. Dep. Lacerda Franco, 328
Pinheiros - 05418-001
São Paulo - Tel.: (11) 3031-5550



© Aliança Cultural Brasil Japão
Todos os direitos reservados
by hkl interactive media